Amargo cálix

Amargo cálix

1. Amargo cálice foi dado a vosso filho Maria;
a amargura do pecado deu-Lhe cruel agonia.

Bendita, sejais, Mãe do Redentor,
por vossa tão grande dor!

2. Eis o fruto virginal do vosso ventre nascido;
ei-lo coberto do mal que nos era merecido.

3. Com espinhos coroado, eis vosso filho, Maria;
Rei de amor em vós gerado, trono de sabedoria!

4. Os passos de vosso Filho, Santa Mãe, estais seguindo;
levai-nos p’lo mesmo trilho de quem nos está remindo!

5. Pela morte de Jesus a vida nós encontrámos;
Mãe de dores, pela cruz vossos filhos nos tornámos.

Música: M. Luís
Letra: F. Melro

Artigo ainda sem áudio. Para colaborar, use o formulário do rodapé.
Artigo ainda sem vídeo. Para colaborar, use o formulário do rodapé.

Sugerido para: