Entrada

Aproximai-vos do SenhorF. Santos
Caminhando JesusCarlos Silva
Cantai ao Senhor um cântico novoF. Santos
Cantai ao Senhor um cântico novoF. Silva
Levanta-te JerusalémF. Santos
Minha luz e salvaçãoD. Julien
Nós somos o Povo do SenhorJ. P. Martins
O Senhor é minha luz e salvaçãoF. Santos
Senhor Tu és a luzAzevedo de Oliveira
Toda a terra cante ditosaL. Deiss
Todos unidosC. Gabarain

Salmo Responsorial

Minha luz e salvaçãoD. Julien
O Senhor é minha luzM. Luís

Apresentação dos Dons

Ao teu altar / Saber que virás / Quanta beleza / Quantos desertosBob Dylan
Caminhando JesusCarlos Silva
Levanta-te JerusalémF. Santos
Minha luz e salvaçãoD. Julien
Na hóstia sobre a patenaCarlos Silva
O amor de Deus repousa em mimM. Luís
O Espírito do Senhor está sobre mimM. Luís
Pobres e fracos que somosA. Cartageno
Senhor Tu és a luzAzevedo de Oliveira
Toda a terra cante ditosaL. Deiss
Tu que nas margens do lagoC. Gabarain

Comunhão

Aproximai-vos do SenhorF. Santos
Caminhando JesusCarlos Silva
Eu sou o pão da vidaB. Sousa
Eu sou o pão da vidaM. Luís
Felizes os convidadosCarlos Silva
Felizes os convidados (I) / O eterno Pai nos deu a glóriaA. Cartageno
Formamos um só corpoCarlos Silva
Glória ao Pai que nos criouCarlos Silva
Ide por todo o mundoM. Luís
Ide por todo o mundoAzevedo de Oliveira
Ide por todo o mundo e proclamaiJoaquim dos Santos
O amor de Deus repousa em mimM. Luís
O Espírito do Senhor está sobre mimM. Luís
Porque todos comemosCarlos Silva
Senhor Tu és a luzAzevedo de Oliveira

Pós-Comunhão

Cantai ao Senhor um cântico novoF. Santos
Cantai ao Senhor um cântico novoF. Silva
Glória ao Pai que nos criouCarlos Silva
Ide por todo o mundo e proclamaiJoaquim dos Santos
Levanta-te JerusalémF. Santos
Minha luz e salvaçãoD. Julien
O amor de Deus repousa em mimM. Luís
O Espírito do Senhor está sobre mimM. Luís
Pobres e fracos que somosA. Cartageno
Povo teu somosLoys Bourgeois
Senhor Tu és a luzAzevedo de Oliveira
Toda a terra cante ditosaL. Deiss

Final

Cantai ao Senhor um cântico novoF. Santos
Cantai ao Senhor um cântico novoF. Silva
Glória ao Pai que nos criouCarlos Silva
Ide por todo o mundoM. Luís
Ide por todo o mundoAzevedo de Oliveira
Ide por todo o mundo e proclamaiJoaquim dos Santos
O amor de Deus repousa em mimM. Luís
O Espírito do Senhor está sobre mimM. Luís
Pobres e fracos que somosA. Cartageno
Povo teu somosLoys Bourgeois
Toda a terra cante ditosaL. Deiss
Todos unidosC. Gabarain

Leituras

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 95, 1.6
Cantai ao Senhor um cântico novo,
cantai ao Senhor, terra inteira.
Glória e poder na sua presença,
esplendor e majestade no seu templo.

ORAÇÃO COLECTA
Deus todo-poderoso e eterno,
dirigi a nossa vida segundo a vossa vontade,
para que mereçamos produzir abundantes frutos de boas obras,
em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

LEITURA I Is 8, 23b – 9, 3 (9, 1-4)
Na Galileia dos gentios o povo viu uma grande luz

No Evangelho deste dia, cita-se esta passagem de Isaías que hoje serve de primeira leitura. Refere-se ela à Galileia, terra de Zabulão e de Neftali, a província mais ao norte de Israel. O profeta anuncia-lhe hoje melhores dias, depois do tempo de exílio. As trevas do momento presente transformar-se-ão em luz e a alegria reinará de novo depois da humilhação. A profecia terá um dia a sua realização perfeita, quando Jesus por aí começar o seu ministério público, como o Evangelho de hoje irá proclamar.

Leitura do Livro de Isaías
Assim como no tempo passado foi humilhada a terra de Zabulão e de Neftali, também no futuro será coberto de glória o caminho do mar, o Além do Jordão, a Galileia dos gentios. O povo que andava nas trevas viu uma grande luz; para aqueles que habitavam nas sombras da morte uma luz se levantou. Multiplicastes a sua alegria, aumentastes o seu contentamento. Rejubilam na vossa presença, como os que se alegram no tempo da colheita, como exultam os que repartem despojos. Vós quebrastes, como no dia de Madiã, o jugo que pesava sobre o povo, o madeiro que ele tinha sobre os ombros e o bastão do opressor.
Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL Salmo 26 (27), 1.4.13-14 (R. 1a)
Refrão: O Senhor é minha luz e salvação. Repete-se
Ou: O Senhor me ilumina e me salva. Repete-se

O Senhor é minha luz e salvação:
a quem hei-de temer?
O Senhor é protector da minha vida:
de quem hei-de ter medo? Refrão

Uma coisa peço ao Senhor, por ela anseio:
habitar na casa do Senhor
todos os dias da minha vida,
para gozar da suavidade do Senhor
e visitar o seu santuário. Refrão

Espero vir a contemplar a bondade do Senhor
na terra dos vivos.
Confia no Senhor, sê forte.
Tem confiança e confia no Senhor. Refrão

LEITURA II 1 Cor 1, 10-13.17
«Falai todos a mesma linguagem e não haja divisões»

O Apóstolo insurge-se contra as divisões que separam os membros da Igreja de Corinto, divisões que, no caso concreto, assentam até em partidarismos religiosos. E apela para as razões profundas da unidade dos cristãos: Cristo, crucificado por todos; e só Ele e mais ninguém. Os mensageiros do Evangelho são apenas instrumentos d’Ele junto dos irmãos.

Leitura da Primeira Epístola do apóstolo S. Paulo aos Coríntios
Irmãos: Rogo-vos, pelo nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma linguagem e que não haja divisões entre vós, permanecendo bem unidos, no mesmo pensar e no mesmo agir. Eu soube, meus irmãos, pela gente de Cloé, que há divisões entre vós, que há entre vós quem diga: «Eu sou de Paulo», «eu de Apolo», «eu de Pedro», «eu de Cristo». Estará Cristo dividido? Porventura Paulo foi crucificado por vós? Foi em nome de Paulo que recebestes o Baptismo? Na verdade, Cristo não me enviou para baptizar, mas para anunciar o Evangelho; não, porém, com sabedoria de palavras, a fim de não desvirtuar a cruz de Cristo.
Palavra do Senhor.

ALELUIA Cf. Mt 4, 23
Refrão: Aleluia. Repete-se
Jesus proclamava o Evangelho do reino
e curava todas as doenças entre o povo. Refrão

EVANGELHO – Forma longa Mt 4, 12-23
«Foi para Cafarnaum,
a fim de se cumprir o que anunciara o profeta Isaías»

A Galileia vai ser o campo da primeira parte do ministério público de Jesus. É então que essa província há-de presenciar a “grande luz” de que falava a primeira leitura. Ele é a luz; foi assim mesmo que um dia Jesus Se apresentou. E essa luz começou a iluminar, quando Jesus começou a pregar e a chamar os primeiros discípulos. Essa sua luz nunca mais se extinguirá: hoje ainda, e até ao fim, Ele continua a anunciar o reino de Deus e a chamar para ele todos os homens. Assim, a Galileia dos pagãos chegará a tornar-se, um dia, na Galileia da Ressurreição: “Lá Me vereis”, dirá o Senhor ressuscitado.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Quando Jesus ouviu dizer que João Baptista fora preso, retirou-Se para a Galileia. Deixou Nazaré e foi habitar em Cafarnaum, terra à beira-mar, no território de Zabulão e Neftali. Assim se cumpria o que o profeta Isaías anunciara, ao dizer: «Terra de Zabulão e terra de Neftali, estrada do mar, além do Jordão, Galileia dos gentios: o povo que vivia nas trevas viu uma grande luz; para aqueles que habitavam na sombria região da morte, uma luz se levantou». Desde então, Jesus começou a pregar: «Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos Céus». Caminhando ao longo do mar da Galileia, viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André, que lançavam as redes ao mar, pois eram pescadores. Disse-lhes Jesus: «Vinde e segui-Me e farei de vós pescadores de homens». Eles deixaram logo as redes e seguiram-n’O. Um pouco mais adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João, que estavam no barco, na companhia de seu pai Zebedeu, a consertar as redes. Jesus chamou-os e eles, deixando o barco e o pai, seguiram-n’O. Depois começou a percorrer toda a Galileia, ensinando nas sinagogas, proclamando o Evangelho do reino e curando todas as doenças e enfermidades entre o povo.
Palavra da salvação.

EVANGELHO – Forma breve Mt 4, 12-17
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Quando Jesus ouviu dizer que João Baptista fora preso, retirou-Se para a Galileia. Deixou Nazaré e foi habitar em Cafarnaum, terra à beira-mar, no território de Zabulão e Neftali. Assim se cumpria o que o profeta Isaías anunciara, ao dizer: «Terra de Zabulão e terra de Neftali, estrada do mar, além do Jordão, Galileia dos gentios: o povo que vivia nas trevas viu uma grande luz; para aqueles que habitavam na sombria região da morte uma luz se levantou». Desde então, Jesus começou a pregar: «Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos Céus».
Palavra da salvação.

ORAÇÃO DOS FIÉIS

Irmãos e irmãs:
Oremos a Deus nosso Pai,
que chamou o povo que andava nas trevas
e quer iluminar todos os homens com a palavra de Cristo,
dizendo (ou: cantando), com toda a confiança:

R. Ouvi-nos, Senhor.
Ou: Senhor, nós temos confiança em Vós.
Ou: Senhor, vinde em nosso auxílio.

1. Pela nossa Diocese e suas comunidades,
para que nelas se anuncie aos homens do nosso tempo
o apelo urgente da conversão ao Evangelho,
oremos.

2. Pelos candidatos ao diaconado e ao presbiterado,
para que escutem a voz de Jesus Cristo
e recebam a graça de virem a ser pescadores de homens,
oremos.

3. Por todos os que sofrem e desanimam em toda a terra,
para que o Senhor venha em seu auxílio
e os faça reencontrar a esperança,
oremos.

4. Pelos cristãos leigos da nossa Diocese,
para que saibam abrir-se ao diálogo fraterno
com todas as pessoas que vivem a seu lado,
oremos.

5. Pela nossa assembleia dominical,
para que o Espírito de Deus dirija a nossa vida
e nos faça produzir abundantes frutos de boas obras,
oremos.

Senhor, nosso Deus,
que por meio do Evangelho chamais os homens à salvação,
livrai-os de todo o mal
e fazei-os caminhar para Vós, com inteira liberdade.
Por Cristo Senhor nosso.

ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Aceitai benignamente,
e santificai Senhor, os nossos dons,
a fim de que se tornem para nós fonte de salvação.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 33, 6
Voltai-vos para o Senhor e sereis iluminados,
o vosso rosto não será confundido.

Ou Jo 8, 12

Eu sou a luz do mundo, diz o Senhor.
Quem Me segue não anda nas trevas,
mas terá a luz da vida.

ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Deus omnipotente,
nós Vos pedimos
que, tendo sido vivificados pela vossa graça,
nos alegremos sempre nestes dons sagrados.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.