A minha Carne é verdadeira comida

Música: F. Silva
Letra:
A minha Carne é verdadeira comida
E o meu Sangue é verdadeira bebida.
Quem come a minha Carne
E bebe o meu Sangue
Permanece em Mim e Eu nele,
Permanece em Mim e Eu nele.
Eu sou o pão vivo que desceu do Céu
Para dar a vida ao mundo.
Isto é o meu Corpo entregue por vós;
Este é o meu Sangue derramado por vós.
Este é o Sangue da nova aliança;
Fazei isto em meria de Mim.
Sempre que comerdes este pão e beberdes este cálice,
Anunciareis a morte do Senhor até que Ele venha.
Se alguém comer deste pão
Viverá eternamente.
O Cálice da bênção é comunhão do Sangue de Cristo;
O pão que partimos é comunhão do Corpo de Cristo.
O Senhor alimentou-nos com o pão dos Anjos;
O Senhor deu-nos o pão do Céu.

Áudio

Artigo ainda sem áudio. Para colaborar, carregue aqui.

Pauta

Vídeo

Artigo ainda sem vídeo. Para colaborar, carregue aqui.

Tags

Menu Rápido

Pautas por email

Agora, este serviço é gratuito. Todas as semanas, na sua caixa de email, as sugestões para as Eucaristias dominicais. Saiba mais pormenores, aqui!

Categorias

Categorias

Colaborar

COLABORAR
O Laudate está permanentemente a aumentar o seu acervo e a completar os títulos de que dispõe. Este trabalho também é resultado da colaboração dos seus utilizadores.